OCUPANDO O LATIFÚNDIO ELETROMAGNÉTICO

Combates pela esquerda: reuniões de formação na rádio várzea (esta quinta, dia 11)

Salve a tod@s,

A Rádio Várzea Livre do Rio Pinheiros é um coletivo de pessoas que há 11 anos vêm construindo sua luta diária por um outro mundo. Um mundo onde caibam vários mundos – mas que apenas será possível se acabarmos com esse.

Nessa caminhada, pessoas vêm e vão, (não necessariamente nessa ordem). O que fica na vida é o coletivo, marcado pelas pessoas, e as pessoas, marcadas pelas experiências do coletivo. Às vezes, parece que não nos damos conta do quão fundamental é esse processo para a formação de um novo mundo. Precisamos compartilhar nossas experiências. As vividas e a que estamos vivendo. Pois nenhum coletivo fica tanto tempo de pé, defendendo e atacando, publicamente, por aquilo que acredita se não olhar para si mesmo e para o mundo onde está.

Há tempos as pessoas da Rádio Várzea vêm sentindo necessidade de debater sua formação. Afinal, como saímos por aí fazendo oficinas de formação se não reservamos um espaço para nós mesmos nos formarmos? Como agir coletivamente, de forma coesa, sem apagar as diferenças existentes e necessárias no coletivo? O que entendemos por autogestão? Como os preconceitos, desigualdades e discriminações se reproduzem num coletivo? O que é defender a comunicação livre no Brasil após 27 anos de “democracia” e tantas inovações tecnológicas? Como defender justiça reproduzindo a mesma justiça do capital?! Tantas coisas para discutir… O tempo do coletivo não é o tempo do capital. Não temos pressa para discutir e agir. Mas, admitimos: não podemos mais deixar de pensar e deixar de conversar abertamente sobre a nossa formação.

Abaixo e à esquerda, nessa caminhada, as trilhas vêm e vão. Mudam de direção. Ou melhor, não tem direção. Somos um coletivo que se comunica. E que defende uma  outra comunicação.  @s Parceir@s,  que estão lado a lado, nem à frente nem atrás, estão mais do que convidad@s pra chegar, somar e tensionar. @s caga-regras, os que apontam dedo, podem fazer seus discursos nas grandes corporações. Lá, apreciam-se chefes e líderes.

A Rádio Várzea Livre publicará no seu site uma agenda de debates de formação que serão realizados ao longo do ano.  Pretendemos dar atenção a temas do coletivo e a questões que perpassam por toda a formação da esquerda. Sugestões de temas são mais do que bem vindas também!

Nós já realizamos uma formação, no último dia 16 de março. Lemos e debatemos alguns textos que abordavam os discursos construídos contra as rádios livres.

Nesta próxima quinta-feira dia 11 de abril, as 18h, trocaremos ideia sobre o machismo no meio do meios de comunicação. 

Já sugerimos dois textos para leitura (logo abaixo, os links). Se alguém quiser sugerir algum outro, à vontade, por favor! a ideia é discutir o machismo dentro dos meios de comunicação (organização e programação) a partir da leitura dos textos.

http://pt-br.protopia.wikia.com/wiki/Escutar_o_amarelo_-_a_geografia_e_o_calend%C3%A1rio_da_diferen%C3%A7a

https://rizoma.milharal.org/2013/03/29/a-construcao-do-masculino-dominacao-das-mulheres-e-homofobia-por-daniel-welzer-lang/

 

2 Responses

  1. Fernando

    salve rapa

    olha mais uma reportagem aí!

    que pode contribuir nessa nossa discussão.

    http://www.brasildefato.com.br/node/12167

    9 de abril de 2013 at 9 09America/Sao_Paulo abril 09America/Sao_Paulo 2013

  2. Melquiades

    mais um texto que foi indicado por uma amiga

    https://www.nodo50.org/cntcatalunya/joomla/index.php?option=com_content&view=article&id=126:la-caida-del-imperio-macho&catid=45:antipatriarcal&Itemid=75

    só dei uma passada de olho, mas parece ser bem interessante!

    10 de abril de 2013 at 10 10America/Sao_Paulo abril 10America/Sao_Paulo 2013